SINDICATO RURAL DE ITAMONTE PARTICIPA DO PROJETO MELHORAMENTO GENÉTICO DA APICULTURA EM VARGINHA.

29/03/2022

Os apicultores mineiros receberão, gratuitamente, 5.000 abelhas-rainhas com genética superior para aprimorar a produção de mel e derivados. O foco é aumentar a qualidade do produto e a sustentabilidade do negócio. Essa é a base do Projeto de Melhoramento Genético na Apicultura - Produção Itinerante de Rainhas, iniciativa inédita no Brasil. Oferecido pelo Sistema FAEMG/SENAR/INAES/Sindicatos através do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), ele beneficiará produtores do Sul, Norte de Minas e Zona da Mata, onde a apicultura vem avançando como forte destaque econômico.A jornada começou em 18 de março, em Varginha, aproveitando a primeira florada do ano, e vai passar por 12 municípios até maio. A expectativa é que, até o início de 2023, nossa região já tenha um banco de genética adequado para a produção local. Um veículo adaptado vai funcionar como um laboratório itinerante para a ação. O melhoramento começa pela seleção das colônias com maiores índices produtivos nas regiões que serão atendidas. Em uma segunda fase, será feito um programa estadual de melhoramento genético com análise estatística e inseminação artificial de abelhas utilizando as colônias com melhores resultados no primeiro ano do programa para serem fornecedoras de rainhas e zangões para a formação da primeira geração."Acreditamos e apostamos na apicultura como agente de desenvolvimento e transformação. Este projeto é inédito em e vai aumentar a produção, produtividade, rentabilidade e melhorar a qualidade de vida de todos os apicultores", disse o superintendente do SENAR MINAS, Christiano Nascif.